Transição capilar e o dia em que fiz meu Big Chop #befree

Era uma vez a muito e muito tempo atrás: uma menina que morava no alto de um morro e que amava viver em seu quarto (seu peculiar universo paralelo). Essa menina recebia muito amor de sua família e eles a apelidaram carinhosamente de cachinhos dourados por causa de seu cabelo, quando ela era mais nova. Ao se tornar uma nova adolescente essa menina decidiu abandonar seus cachos e fez sua primeira escova com química, e então foram incontáveis horas perdidas em salões, foram noites e dias fazendo uma escova e chapinha, foram dias em ela simplesmente não entrava na piscina pois teria um trabalho para fazer seu cabelo, foram noites que passava na frente do espelho para domá-lo e deixa-lo perfeito. Mais de dez anos se passaram e essa menina aqui, decidiu que seus cachos eram a mais pura forma de amor de Deus dizer que cada um tem sua beleza, e que aquela era a beleza dela. Então, ela decidiu que iria dar uma chance para que seus cachinhos voltassem a fazê-la feliz. Decidiu SE ACEITAR, decidiu que oras, todos tem suas características e que aquela era uma característica dela. Já que todos nós temos uma beleza, porque Deus, o universo, o DNA nos fez assim não tem porque mudá-lo permanentemente.

E…De repente, 10 anos depois de usar muuuuuuita química no cabelo, cá estou! Eu, euzinha…Eu que fui tão forte, corajosa e em alguns momentos tão assustada, estou aqui para compartilhar tudo isso com vocês. E tudo começa com o momento da transição capilar.

0000 Eu fiz a última escova progressiva em Novembro do ano passado (2014) e em Dezembro do mesmo ano, eu tomei a decisão de que não queria mais fazer escovas progressivas em meu cabelo. Mas não pensem vocês que foi fácil! Eu estava em uma época de muito estresse pois, dezembro é um mês muito importante pro setor do comércio (onde eu trabalho). E, eu tomei essa decisão por causa de alguns motivos:

O primeiro foi que meu cabelo estava caindo muito, e minha raiz ficava sempre doendo.

O segundo foi como já falei dezembro é muito estresse no comércio, e eu acordava SEIS/Sete horas da manhã para fazer CHAPINHA no cabelo antes de ir para o  trabalho e só voltava para casa onze horas da noite. E  essa minha rotina era de 3 em 3 dias. Depois disso eu estava esgotada, eu me sentia MUITO cansada e não queria mais fazer chapinha pois estava me fazendo mal.

O terceiro motivo não é bem um motivo, mas eu comecei a ver muitos vídeos de meninas que passaram ou que estavam passando pela transição capilar, comecei a ler blogs de meninas que estavam aceitando seu cabelo natural, e isso foi me dando forças e me motivando para que eu tomasse essa decisão. Então quando minha amiga linda Bárbara em um dia virou pra mim e falou “AHHHHH CANSEI não quero mais, não aguento mais fazer chapinha no cabelo, é dezembro, está calor, eu estou dobrando não quero mais isso ! Vou deixar meu cabelo natural.” Eu achei que era o momento de também fazer a mudança na minha vida. E assim começou a minha transição capilar.

001 002

Nessas fotos eu estava no meu 4 mês de transição capilar. E, eu decidi que iria esperar até as férias desse ano para cortar meu cabelo(Fazer o meu BIG CHOP). Quando eu faço a retrospectiva de todo o processo na minha mente eu penso em como foi difícil em alguns momentos. Não de uma forma ruim…Como posso explicar, eu fui muito decidida de que eu queria fazer em um tempo X e de uma forma X, mesmo que algumas vezes eu pensasse em cortar logo de uma vez, eu fui forte em aguentar todo esse tempo.

No quinto mês de transição capilar minha amiga Bárbara que já citei ali em cima fez o BIG CHOP dela, e eu pensei : Uaaaau daqui a pouco vai ser a minha vez. Espero que seja tão libertador quanto foi para ela. Foi um momento em que eu senti muito orgulho dela e muito orgulho de mim também por estar resistindo tanto tempo, com muita paciência. É o que dizem né ? Paciência é uma virtude. Eu esperei por muito tempo e fui recompensada nesse processo.

0030506

Eu aprendi muitas coisas durante todo o processo de transição capilar e muitas coisas tem a ver com o meu íntimo, com a minha interiorização. Eu pude refletir sobre muitas coisas nesse período de Onze meses. Aprendi que se aceitar do jeito que você é, vai muito além de estar na moda (como algumas pessoas dizem). É você olhar para dentro de si e para fora e ver o quão bonita você é aos olhos das pessoas que te amam. Durante 11 meses vi muitos depoimentos, como os da Márcia PachecoNina Gabriella, entre muitaaaaaaas e muitas (mesmo) outras meninas que falavam sobre aceitação e autoestima. E isso me fez bem. O ato de se aceitar gera em você uma força muito maior do que imaginamos e ele te motiva a ir além de ser ”só o cabelo”, vai também em como você se comporta, e os questionamentos que você faz. Enfim, isso dá um outro post.

Durante 11 meses o penteado que eu mais usei foi um Rabo de cavalo, e a maior parte das vezes eu o prendia molhado para que não ficasse nenhum fio para cima, pois no meu trabalho não pode ficar de cabelo solto abaixo do ombro. E esse foi o penteado que me gerou muita dor de cabeça durante Onze meses, mas foi também o penteado que me fazia ter forças pois aquilo ia acabar. E acabou \o/

OJUI0518

No dia 2 de Outubro de 2015 eu fiz o meu Big Chop! E eu nunca me senti tão bem, tão feliz, tão LIVRE como eu me sinto agora. Eu realmente estou muito feliz de poder compartilhar isso com vocês. Eu espero que isso motive mais meninas a também passarem pela transição capilar. Porque eu tenho certeza, nada no mundo é melhor do que você estar se sentindo bem consigo mesma. Eu olho para mim no espelho hoje e me sinto bem, me sinto feliz, como cada cachinho é um sinal de muito amor e quando penso no rabo de cavalo que eu sentia dor eu o vejo como um símbolo de muuuuuuuuuita força e resistência.

02 03 04 05 06 08 09 10

Eu estou com recentes 20 dias de big chop, e meu cabelo se comporta de várias maneiras. Estou re-aprendendo muitas coisas sobre ele, entendendo sua textura, vendo como os cachinhos se comportam no calor ou no frio, na praia ou no vento, como cuidar, tudo isso é uma novidade para mim e espero poder aprender muitas coisas com vocês e compartilhar muitas coisas. Esse é o resultado de tanta espera, de 11 meses de transição e de muita força.

Desculpem pelo post gigantesco, eu realmente precisava compartilhar tudo isso com vocês. Muito obrigada a todos que leram até o final. Obrigada as pessoas que me amam e estão do meu lado que me deram MUITA força nesse tempo todo, obrigada ao salão de beleza envolvido no processo do corte do meu cabelo, por ter sido muito gentil comigo. Eu não tenho palavras para descrever o quão bom é poder ter meus cachinhos de volta. E se você está em dúvida eu te digo seja livre #befree e #cacheia.

Espero que tenham gostado do post, me deixem saber nos comentários se vocês já passaram pela transição, quais foram suas motivações. QUERO SABER TUDO, me contem e compartilhem se vocês gostaram do post. Obrigada <3

 

102 comentários sobre “Transição capilar e o dia em que fiz meu Big Chop #befree”

  1. Eu achei lindo seu post, Clair! Tenho certeza que esse big chop foi uma libertação na sua vida haha. Eu queria deixar meu cabelo crescer pra ter cachos, só que é muito cuidado pra uma pessoa que não tem muito tempo hahaha. Quero mais fotosssss com esses cachos <3

    1. Ebaaaaaaaaaaaaaa tonnn! Obrigada, foi uma libertação total mesmo, nunca me senti tão bem na minha vida, como eu me sinto agora. E eu acho que você ia ficar mucho lyndo de cachinhos ton, de verdade. hhahahahah <3

  2. Esse post me deu MUITA motivação. Fiz meu último alisamento no final de novembro, e confesso que enquanto passava o produto já me batia um sentimento de arrependimento. No comecinho de dezembro, a saudade dos cachos começou a aumentar. Moro em RJ e é muito quente. Passar chapinha é uma tortura nesse calor, não lavar o cabelo pra fazer a “chapinha” durar, é pior ainda! Simplesmente não aguento mais. Fora as centenas de coisas que a gente se priva pra não destruir o cabelo liso. Decidi que vou passar pela transição, e esse seu post só me encorajou cada vez mais. Você é linda, e ficou ainda mais linda com esses cachos <3

    1. Eu queria ter respondido seu comentário bem antes. Mas estava em ritmo de natal, no meu trabalho; você não tem noção de como você me deixou feliz e emocionada com seu comentário. Eu espero que sua transição lhe modifique da mesma forma que me modificou. Uma mudança boa por dentro. Mexeu totalmente comigo e eu sei que foi uma experiência que mudou a minha vida; me sinto hoje em dia muito mais feliz comigo mesma. Muito mais de bonita. Sei que isso não é um terço do que acontece no nosso coração. Espero que você se sinta tão bem e tão feliz quanto eu me senti quando cortei meu cabelo.

  3. Clara, achei o seu blog por acaso na Internet e gostaria de te agradecer muito por esse post. Estou passando pela transição há 5 meses e meu cabelo está metade liso, metade cacheado. O problema é que não tenho coragem que usar ele assim, então fico escovando e fazendo chapinha pra não ficar desigual. Ao ver as suas fotoa durante a sua transição, me sinto bem melhor em relação a isso, pois o meu tipo de cabelo é bem parecido com o seu. É estranho que ainda seja difícil encontrar blogueiras com o cabelo parecido com o meu hoje em dia, né? Mas esse foi o primeiro post com o qual eu realmente me identifiquei. Obrigada!

    1. Nane! Meu coração fica muito alegre em ler comentários como o seu! Isso porque eu sei como é um momento delicado da nossa vida e como isso mexe com a nossa autoestima e às vezes como é difícil. Infelizmente só que passa por isso sabe como é que é. Não pense em sua transição como um problema, pense nisso apenas como uma fase. Assim como eu passei por uma fase (a do rabo de cavalo), FIQUEI 11 MESES só fazendo rabo de cavalo, olha que coisa mais difícil !? Minha cabeça doía muito e às vezes, confesso tinha uma vontade enorme de desistir. Mas um proposito é um proposito. E quando a gente coloca uma energia boa nisso, e foca no que queremos, as coisas fluem naturalmente. Eu fico feliz que você tenha encontrado meu blog por acaso, e espero que permaneça aqui, sempre para se motivar, porque se depender de mim, eu vou te motivar muito porque sei do fundo do meu coração como isso vai te fazer feliz ♥

  4. Oi!
    Eu estou passando pela transição e penso em desistir e me render á química. Mas quando me lembro de quão lindos meus cachinhos eram… Me sinto forte pra aguentar esse período tão complicado. Ainda falta muito tempo e então preciso de muita força. Esse post me ajudou muito,de coração. Obrigada Clair! ❤️

    1. Oi Cecília! Nem por um segundo pense em desistir da sua transição, você vai ver que será muito recompensada pelo tempo de espera. Às vezes a gente acha que as coisas não vão dar certo, mas não desista, dê uma oportunidade, para você e para o seu cabelo, isso, é muito mais que simplesmente cabelo, trata-se de algo que mexe dentro da gente, cria e gera uma força inigualável!

  5. Oi, flor. Estou dando os primeiros passos nesse caminho. Aliso os cabelos desde os 10 anos, nao lembro mais como eles são de verdade. Fiz a última progressiva em novembro e agora a raiz ja está bastante diferente e coml meu cabwlo é comprido e mega alisado fica super diferente. Esse post foi o incentivo que faltava na minha decisão de me assumir como eu sou:negra e cacheada! Voce é lindaaaaaaaa

    1. Elza! Você é linda do jeitinho que você é! Simples, sua cor de pele e seu cabelo a tornam ainda mais bonita. Eu tenho certeza, que quando você decidir cortar (ou não) você vai se sentir muito mais feliz. 😀 E é tão bom nos aceitar do jeito que somos.

  6. Oii linda 🙂
    Então eu estava querendo muito fazer a minha transição capilar, pois não aguento mais depender de alisamentos ou da chapinha, rs.
    E esse seu post foi o incentivo que eu precisava!!! Sou alisada desde os meus 14 anos, não lembro mais como meu cabelo é de verdade, fiz a última progressiva no final de dezembro e a raiz já está começando a aparecer <3
    Ta decidido vou me libertar dessa "prisão"chamada alisamento!

  7. Olá! Nem sei se vai ler isso… Mas queria compartilhar com alguém que me entenderia, resolvi deixar meu cachos livres também. Faz um tempo desde que fiz meu cabelo e essa semana depois de ver muitos vídeos e ler muitas histórias resolvi me aceitar e libertar meuz cachos. Ao mesmo que estou feliz e ansiosa pra ver meu cabelo cacheado, estou com medo e um pouco estressada, porque o crescimento do meu cabelo é muito devagar, sempre foi e tenho de não aguentar… 11 meses… Cara tem que ter muita força! Você está de parabéns!! Eu tento me focar no depois, nos meus cachos e na minha libertação, mas é difícil olhar no espelho e ver meu cabelo horrível… Hahahah eu me importo muito com meu cabelo e gosto de deixar ele solto… Além de eu ficar pensando, meu cabelo não ficar bonito igual os das meninas ele é tão volumoso e tão sei lá hahaha sabe muita insegurança em uma pessoa só kkkkkk mas mesmo assim eu quero fazer isso! Eu quero passar por isso, eu quero me aceitar e quero meus cachos!!
    Eu vou me inspirar em pessoas como você que ficaram lindas de cabelo cacheado e estão super felizes.
    Bom isso é meio que um desabafo, desculpe!! Kkkkk
    Um beijo e adorei o texto e os seus cachos!!

    1. Eu acho que você é maravilhosa exatamente do jeito que você é ! Mesmo que você ache que agora o seu cabelo e que bata uma insegurança, eu acho que você é linda exatamente desse jeito! Eu tenho certeza que iso vai te fazer um bem assim como me fez! Eu nunca me senti tão liberta sabe ? É CLARO QUE CADA CABELO É UM CABELO, QUE CADA PESSOA TEM UM TIPO DE CRESCIMENTO, que vocÊ vai se sentir às vezes meio triste, porque é natural do ser humano querer que as coisas aconteçam no tempo que a gente quer, mas infelizmente cada cabelo tem um tempo!
      Você é LINDA EXATAMENTE DO JEITO QUE VOCÊ É

      Maravilhosa, não se inspire só em mim, se inspire também EM VOCÊ, porque você é linda do jeitinho que você é ♥

  8. Que linda sua história, seu cabelo e você! Parabéns!

    Eu decidi fazer minha transição há uns dois meses, que foi um mês após minha última progressiva, então só tenho 3 meses de cabelo novo, já tentei umas 3x e desisti, mas dessa vez estou firme e forte com o apoio dos blogs e videos das meninas que passaram pelo processo, como seu caso! Todos muito inspiradores! Comprei vários produtos, faço hidratação, umectação, reconstrução, tudo que pode ajudar a fortalecer o cabelo! Não vejo a hora de poder me libertar do rabo de cavalo também.. parabéns!

    1. Eu me emociono cada vez mais com comentários como os seus! É lindo ver meninas como você que simplesmente são fortes, é normal a gente pensar em desistir, mas busque inspiração e se lembre que no fim das contas você esta fazendo isso para se sentir mais leve, livre, leve e solta!

  9. Aveeee vc eh mtooo lindaaa, seu cabelo é maravilhoso.. Muito mais lindo com cachos.. Quando der saudade do liso faz uma escova.. Usa um dia só e prontoooo… Bjosssss

  10. Moça, me diz como criar coragem e força para finalmente me livrar da química, fazer o big chop, e deixar meus cachos crescerem livres sem danos por conta da chapinha. Todo dia luto contra isso.
    Ps: Adorei seu resultado.
    Grata desde já.

    1. A força Caroline tem que vir de dentro de você. A mudança só quem pode sentir, é você. Quando um dia você sentir que não está mais se sentindo bem fazendo chapinha, ou química, e precisar de uma mudança, você vai fazer, por você. O importante é você se sentir bem consigo mesma. Você é linda, da forma que Deus te fez, e no momento em que você decidir que não quer mais fazer isso, não quer mais fazer química, escova, e aquela inquietação aumentar, você vai se sentir muito mais feliz, fazendo uma escolha para você, para você se sentir feliz, do que qualquer outra coisa ♥ E quando tomar a decisão saiba que vai ter muitas pessoas que vão vir aqui, te apoiar, eu sou uma. O importante é você ser feliz com quem você é ♥

  11. Eu estou passando pela transição capilar pela segunda vez, pois tentei ano passado e depois de longos 7 meses ouvindo muitas críticas desisti e alisei novamente. Quando estava passando o produto bateu aquele arrependimento, quase chorei no salão, e ouvir as cabeleireiras dizerem que eu não deveria mais tentar voltar aos cachos porque cabelos lisos são muito mais práticos e bonitos só me deixou mais triste. Foi nesse momento que vi que realmente não queria mais ser escrava de alisamento e chapinha. Vi que se alisasse novamente me arrependeria novamente. Agora estou passando pelo processo de novo e já estou a 8 meses sem alisar. Meu cabelo é bem fininho e acabo sempre usando ele preso porque as texturizações não funcionam nele, é só bater um ventinho que a parte lisa volta a aparecer. Confesso que está sendo bem difícil, mas sei que a sensação de liberdade que sentirei fará as dificuldades valerem a pena. Pretendo fazer meu BC com 11 meses também. Você está maravilhosa, moça. Seu post me deu muita força <3

    1. Eu gosto de ler comentários iguais aos seus, pois eles me motivam muito! Eu sei o que é precisar de força para continuar, e espero que agora que você tenha chegado tão longe, não desista nem por um segundo do seu objetivo, lembre-se que você está fazendo isso por você e por mais ninguém! O objetivo é você ser feliz e se sentir bem com você mesma!
      Seja livre, se joga!

  12. Nossa é exatamente tudo que eu tô passando … Somos três com as mesmas histórias kkk
    Estou a 6 meses na transição e to com muito medo de cortá-lo…
    Adorei o blog ?? Me identifiquei demais!
    Bjoo

  13. Ameiiiii seu corte. Estou a dois meses nesse processo de transição. Meu cabelo tem um bom crescimento então está bem visivel a diferença de texturas. E outra coisa que não ajuda é que eu usava ele loiro. Então a diferença de textura e a cor, ta bem visível. Mas não vou desistir não. Nem me lembro como ele era. Passo química desde os 10 anos. Mas to confiante.

    1. Eu também, tive uma mudança de cor, aliás várias. Porque já tive cabelo de tudo que é jeito! Imagina, tem que deixar isso pra, lá e se quiser manter ele loirinha depois você mantem! Fica lindo!Tenho certeza…Muitas energias boas, tem que ser confiante mesmo ♥

  14. Nossa amei ler seu post….eu aliso meu cabelo desde os 9 anos.
    E agora com 26 anos tenho minha bebê linda de dois anos super cacheada e quero dar o exemplo pra ela…além de ter um quadro hereditário de câncer na família. Além de lógico ser refém ” da moda”.
    Sendo assim amarrei um rabo de cavalo e “tozei” as algemas que me prendiam.
    Hoje uso kanekalon até que meus cabelos crescam, pois só tenho 2 dedos de raiz e ainda não me sinto avontade para dwixa lo totalmente livre….enfim é isso adorei ler bjos a todos.

    1. Eu me arrepiei ao ler esse comentário, porque para mim é tão importante ver uma mãe como você sendo forte, e querendo mostrar para sua filha que é bonito ser quem ela quiser ser, o exemplo sempre vem de casa. É lindo demais, o que você está fazendo! Parabéns, e bem vinda ao clube ♥

  15. Bom dia! Adorei … Estou em transicao capilar a quatro meses, voce me ajudou bastante. Verdadeiramente tudo o que mais precisamos é nos aceitarmos como somos, e buscar o auto conhecimento. Você ficou muito mais bonita e me parece muito mais feliz. Bjs

  16. Eu estou passando por um processo bem parecido ao seu: faço escova progressiva há 9 anos, em setembro de 2015 eu retoquei a escova e em Dezembro do mesmo ano eu decidi que não queria mais. Meu cabelo estava quase na altura do meu umbigo, porém resolvi fazer meu primeiro BC em Janeiro de 2016, desde então eu deixei de secar meu cabelo com secador e pranchar, seco somente ao ar livre, utiliza todos os produtos adequados ao meu cabelo, à transição; faço cronograma capilar e não vejo a hora, eu realmente não vejo a hora de fazer o segundo BC logo, sei que ele não vai ficar bonito, mas só de pensar na sensação de liberdade que vou ter ainda mais, me dar mais impulso para realizar essa vontade!! 🙂
    Amei o seu post, me identifiquei demais: com o cabelo, situação, ansiedade etc etc etc, parabéns!!!!!!!!!!! 😀

    1. Só tem um erro nessa frase, seu cabelo já É bonito, porque você é bonita por dentro e por fora e só de se aceitar, você já entrou nesse processo de libertação e você é bonita do jeitinho que você nasceu e Deus te fez ♥

  17. Olá. Amei seu post (li até o finzinho e se tivesse mais 20 páginas leria todas elas hehe). Não faço química no cabelo desde 21 de outubro de 2015 (tava sem grana pra retocar a definitiva ) e há pouco mais de duas semanas, quando comecei a faculdade e conheci uma menina com o cabelo mara e cacheado, resolvi deixar a juba, natural. O meu único medo é que meu cabelo não tome a forma que eu desejo (mas a raiz tá bem anelada kk). É bom ter motivações como a sua pois não tá sendo fácil, eu também uso rabo de cavalo semana inteira pra ir pra faculdade. Vou começar a usar produtos que ouvi falar serem bons e bora cachear. Beeeijos linda! Seu cabelo é mara ?

    1. Que linda Mileny! HAHAHAHAH seu cabelo é bonito do jeitinho que é, o bom de cabelo cacheado é que apesar de se parecerem são sempre muito diferentessss ! hahaha Mas vai dar tudo certo, foco e força!

  18. Linda sua história, seu cabelo é “divo”, estou em transição vai completar 3 meses, cerca de 4 dedos de raiz, por enquanto usando muitas faixas e usando amarrado no famoso rabo de cavalo, e assim firme e forte, minha inspiração é minha filha linda de 6 anos que tem uns cachos lindos e sou apaixonada. Pretendo realizar o segundo corte no final do ano, pois quando resolvi entrar em transição cortei um pouco abaixo do ombro, meu cabelo era na cintura, achei que seria um sofrimento, que nada! Amei e quando completar 3 meses de transição irei tirar um pouco das pontas.

    Miga sua louca….rs! Me conta quais produtos usou durante esses longos 11 meses, pois seu cabelo teve um ótimo crescimento. Conta o segredo.

    Beijos!!!!!

    1. CARAMBA, você me deu uma excelente ideia, pode deixar que farei um post dos produtos que usei durante a minha transição capilar, basicamente são os mesmos que eu uso até hoje , só que antigamente eu seguia o cronograma capilar e hoje em dia eu faço mais quando posso. HAHAHA Muito lindo você se inspirar na sua filha, porque você também é o reflexo dela! INCRÍVEL ♥

  19. Oi, Clara, tudo bom? Sei que esse post é antiguinho, mas só agora comecei a me interessar pela transição e pesquisar.
    Sua história é incrivel e me deu uma supervotade de voltar aos meus cachinhos, depois de mais de 10 anos de progressiva!
    Obrigada pela inspiração!

    1. Eu agradeço muito por ter inspirado você Patricia, espero que você consiga realizar sua transição da melhor forma possível. Um grande beijo!

  20. Olá Clara . Eu sei que esse post já é antigo, mas eu adorei a história do seu cabelo , faz 3meses que eu alisei e pintei cabelo e me arrependi bastante pq meus cachos eram iguais aos seus , e decidi passar pela transição ,mas ele ainda está liso e com a 1cm do cabelo natural (mas não totalmente) e estou tendo muito cuidado ,fazendo hidratações e tudo mais (sem passar nenhuma química , chapinha nem nada ), e decide esperar mais 3meses para comecar bem a minha transicão e a sua historia me inspirou muuuito , sinto tanta saudade dos meus cahos compridos , mas seu post me incentivou . Vc ficou Linda com este corte . Bjos e obrigada

    1. Nossa que linda, que bom que eu inspirei você! Eu gostaria de poder fazer mais posts sobre o assunto! E ajudar mais meninas! Eu espero que você consiga realizar a transição capilar com todo o amor e carinho consigo mesma, e que seus cachinhos sejam livres e que você se sinta bem e feliz ♥

  21. Tenho ima pagina no Facebook que se chama Par aí e Pir aqui. E vou falar sobre transiçao capilar adorei a sua historia, poderia postar as suas fotos no meu post. Sobre cada momento que vc passou e contar um puco a sua historia adorei. Bjoooo

  22. Olhei para o seu cabelo no início da transição e me vi. Passei a vida ouvindo como fico mais bonita quando meu cabelo está alisado e isso é triste. Quando tentava deixar natural sempre ouvia comentários desse tipo que me desmotivavam na hora. Frustrante. Em março desse ano fiz a última progressiva, minha raiz já está bem grande e esse primeiro cabelo é bem rebelde. Estou num momento louco, oras quero correr para o salão e alisar, oras quero ver meus cachos novamente e tem dias que simplesmente quero raspar hahaha. Foi muito bom ter lido seu texto; me identifiquei com o que escreveu, com os relatos dos comentários e vi que não estou sozinha. Obrigada.

    1. Zeneide ♥ Fiquei tão emocionada com seu comentário, que você nem imagina. Pra mim é uma alegria ver uma pessoa querendo se libertar e deixar seus cachinhos terem uma chance para brilhar. Pense que essas pessoas que hoje podem te desmotivar por alguma razão, elas também não sabem como seus cachinhos ficarão lindas, porque elas só sabem ver a versão ‘lisa” de você. Mas dê uma chance para você ser quem voc~e quiser ser. O importante é se sentir bem, é você sentir que está satisfeita consigo mesma. Independente do que te falam. Lembre-se que não existe regras, o céu é o limite, e se pra você essa é uma atitude importante (a de se libertar), foque nisso e se desligue desses comentários. Você consegue, você é linda ♥

  23. OI Ana Clara, eu sou Jane.
    Moro na Bahia.
    Uso (Usava) química no cabelo desde os 10 anos de idade.
    Acabei de encontrar o seu blog quando procurava a foto de um creme de cabelo para meu esposo comprar.
    Li seu post inteiro, e parece que fora feito por mim. Eu vivia como vc, era um corre corre terrível pra deixar o cabelo liso. Ir a praia, ou quando ameaçava chover era meu sofrimento. Hoje pela manha, as 10hrs meu cabelo que já estava nos ombros(porque cortei a dois meses atras pra ir me acostumando) levou a primeira tesourada. Cortei no pé (como dizem por aqui). e estou me sentindo maravilhosa, recebi diversos elogios, durante o restante do dia e só tenho sentido um alívio, é como se eu tivesse tirado um peso. Obrigada por compartilhar sua história que é idêntica a minha (rsrs). Vc ficou linda! Seu cabelo ta lindo!

    1. Obrigada pelo carinho Jane! Fico muito feliz em conhecer novas histórias e poder fazer parte um pouco do processo de auto-conhecimento de cada pessoa! Fico mais feliz ainda, quando alguém de tão distante, vem aqui compartilhar a sua história comigo. É bem mágico quando isso acontece. Obrigada por compartilhar isso comigo, e por contar como descobriu o blog. Eu penso nisso também, as vezes a gente se priva muito né ? Naquela época eu não tinha tanta noção, mas só que faz química, e sabe o que é deixar de ir a lugares por causa disso, entende quando falamos em liberdade. É o máximo né ? Somos gêmeas de histórias e estamos ligadas de certa forma viu ?! HEHEHEHEHE queria ver seu cabelo ♥

  24. Oi, tenho 20 anos e faço alisamento a base de tioglicolato desde os 14 anos. Meu cabelo está como o seu na foto dos 4 meses. Fiz meu último alisamento em janeiro. Tenho receio de cortar, porque ele sempre demora a crescer. Sei que vou precisar de muita paciência, mas eu quero o meu cabelo saudável, lindo e cacheado novamente.
    Seu cabelo está lindo! Beijos.

    1. Oie Aninha! De Ana para ana, eu fico feliz em saber que seu cabelo está crescendo aos poucos. O meu cabelo, acredite se quiser, eu também achava que crescia no ritmo da lesma, mas quando cortei com 11 meses de transição eu confesso que achei que estava até grande. E depois do bc, ele cresceu muito mais rápido, tanto que as pessoas perguntam se eu uso algumas coisas para crescer! E pior que não. Acho que quando tiramos a parte da química, o nosso cabelo fortalece bem mais. ♥ Eu sei que você vai ficar linda, do jeitinho que você é.

  25. Moça que linda você ficou!! Jesusssss! Eu ainda não tenho coragem de fazer o “corte” só dei relaxamento uma vez e morri de arrependimento! estou a 8 meses sem química e também não vejo a hora de meus cachos voltarem. Grande abraço!

    1. Oie Aline! Fico com muito orgulho de você! Oito meses já é bastante tempo *-* E você tem que cortar no seu tempo, no momento certo. Você vai sentir, do fundo do seu coração ♥

  26. Oi Clara, tudo bom?
    Gostaria de dizer o quanto o seu post me incentivou e muito em decidir passar pela transição capilar.
    Eu tomei esta decisão a poucos dias…mesmo já fazendo 7 meses que fiz minha ultima progressiva eu mantenho meu cabelo escovado e alisado com secador e prancha.
    Minha passagem da infância para a adolescência foi um mega trauma devido ao cabelo volumoso e cacheado que sempre tive e nunca aceitei. Quando surgiu a Escova Progressiva, pensei que era a salvação dos meus problemas, desde então faço a progressiva desde os meus 15 anos.
    Meu relacionamento com a progressiva era bom, não perdi o volume e meu cabelo não ficou quebradiço. Mas mesmo assim, um belo dia acordei, e disse para mim mesma, eu não suporto mais isso, meu cabelo não está mais suportando!
    Minha raiz já tem uns 4 dedos, mas ainda tenho uma boa parte do comprimento ainda alisado, pois nunca tive o cabelo curto e tenho o receio de cortar.
    Como eu tomei esta decisão a pouco tempo, ainda vou iniciar o meu Cronograma Capilar, e um dos motivos do seu post me incentivar é que o seu cabelo se assemelha muito com o meu.

    Gostaria de Dizer, muito obrigada por postar fotos do antes e depois. Você mostrou que é possível sim dar à vida aos nossos cachos mesmo depois de mal tratá-los.

    Meu muito obrigada e meus parabéns pelo resultado e pela coragem.
    Ficou Lindo!!!

    Abraços

    1. Oi Thaís! Ler o seu relato me fez pensar em quando eu estava em transição! Também nunca tive uma relação ruim antes. O meu problema é que eu simplesmente cansei um dia de continuar a fazer progressiva. Meu cabelo já estava muito fragilizado por causa disso. Eu adoro conhecer mais da história de vocês. Me toca o coração e eu sinto uma força muito grande e uma união muito grande quando compartilhamos essas histórias! Eu fico muito feliz e torço muito pra que você consiga passar pela transição com muito carinho. O cronograma capilar me ajudou muito sabe ? E acho que vai te ajudar também. É bom a gente sentir a textura original do nosso cabelo, e cuidar dele com amor ♥

  27. ADOREI, SUA FORÇA, SUA CORAGEM, PARABÉNS!
    ESTOU NA MESMA SITUAÇÃO 01 ANO E CINCO MESES SEM QUIMICA, MAS MEU CABELO É PESSIMO PRA CRECER, ODEIO CORTAR POR ISSO, AS PONTAS LISAS, SÓ ANDO DE RABO DE CAVALO MOLHADO, ESTOU LOUCA JÁ, MAS SEM CORAGEM DE CORTAR E SE EU CORTASSE FICARIA ABAIXO UM PALMO DO OMBRO MESMO ASSIM NAO TENHO ESSA CORAGEM.

    BJUS LINDA1

  28. Eu também estou deixando a química, fiz relaxamento e progressiva desde os meus 12 anos estou com 24 agora e percebo que o meu cabelo está sofrido , ultimamente tem caído muito :/ estou há 4 meses deixando emeu cabelo sossegar, pensei em fazer o Big Chop mas pra mim é meio inviável por conta dos incontáveis fios brancos que tenho desde a adolescência, eu li que o cabelo cacheado não disfarça muito bem esses fios e estou em outro dilema: colorir ou assumir, já passei por muitas situações constrangedoras por conta desses benditos brancos, basicamente vou deixar uma química para começar outra a tão adiada tintura rsrs
    Seu cabelo ficou lindo , não te deu aflição de ver crescendo com texturas diferentes ? o meu assim que tiver num tamanho legal ,vou manter curto, onde eu moro faz muito calor e sem contar que cabelo curto é mais pratico e deixa a cabeça mais leve ^ ^

  29. Noooossaaaaa… seu cabelo cresceu bastante nesses meses. Eu ainda estou no meu terceiro mês de transição, mas to amando ver as ondinhas na minha raiz se formando. Quando meu cabelo estiver maior, eu também pretendo fazer meu BC. Parabéns!!!!!

  30. Olá Clara!

    Estou no mesmo processo. E procurando na internet achei esse seu post. O que para mim foi ótimo.
    Fiz relaxamento (ou alisamento como muitos falam) desde criança, e em janeiro de 2016 parei ! Mas cai nas mãos da progressiva. E em agosto desse ano parei também.

    Decidi deixar meu cabelo crescer natural porque não quero ser escrava da escova e chapinha para o resto da vida. E aqui estou eu nesse longo processo.

    Minha dúvida é a seguinte: como foi que você descobriu qual era o seu tipo de cabelo, ou seja, quanto tempo demorou para notar que ele era cacheado/ondulado.

    Como fiz tratamentos químicos por muitos anos não faço ideia de como ele seja natural. Quanto levou até que você chegasse a essa conclusão ? Não sei se me fiz entender, mas é uma mega curiosidade minha. Rs.

    Beijos, amei o post!

    1. Eu não descobri! Sério de verdade, o começo dos meus cachinhos eram muito diferentes do que ele é hoje em dia. De verdade, eu sei que hoje meu cabelo transita entre 2b/c 3A mais na frente. Mas eu não pensava muito nisso durante a transição. Eu pensava que meu cabelo era menos cacheado do que é agora. Porque como tinha muita ponta lisa, ele não definia tanto. Mas eu amei a experiência de descobrir cada mês um cabelo novo e diferente. ♥

  31. Olá, boa tarde! Nossa, que história.
    Já tentei por 3 vezes fazer a transição, mas sempre acabo voltando atrás, minha mãe esta fazendo a dela, e acredito que agora eu tenha mais coragem. gostaria de ver fotos suas atuais, pois tenho o fio bastante parecido com o seu.
    obrigada.

    1. Oi Camila tudo bem ? Eu tenho um monte de fotos no meu instagram, você me segue lá é @leuxclair esse mês eu completei um ano de BC, e meu cabelo cresceu tanto.

  32. Oi, achei esse blog por acaso mas não resisti a comentar rsrs. Desde meus 8, 9 anos que eu fazia progressiva em meu cabelo mas, com uns 12 decidi assumir os cachos. Na época eu não sabia que todo aquele processo se chamava transição capilar, mas sei que foi difícil, principalmente na hora que ele não está nem liso nem cacheado, e assim como você eu vivia de rabo de cavalo. Não cheguei a fazer o big chop pois não tive coragem, confesso rsrs. Fui apenas tirando as pontas mesmo e esse processo me custou 2 anos, até que um belo dia, depois da minha transição decidi fazer uma renovação, uma mudança radical e cortei channel; bem curtinho mesmo e desde então não consigo deixar crescer rsrs eu viciei em cabelo curto kkk agora tenho 15 e vou cortar meu cabelo em um channel com ponta assimétrico desfiado. Nervosaaa rsrs mas amo mudanças e vou arriscar kkkk.
    Mas depois da transição eu me senti livre, renovada e muuito feliz e realizada.!

  33. Olá!! meus cachos parecem ser estilo o seu assim, nem me lembro deles, e como eram pra ter ideia. poderia postar fotos dele seco? pra ver como fica.
    quero muito cortar o meu, mais e a coragem ainda me falta!

  34. Oi Clara! Voltei aqui pra te contar sobre a minha transição e neu bc, já que esse post foi importantíssimo durante o processo. Dois meses após o meu comentário, resolvi fazer o bc. Ficou curtíssimo, Joãozinho mesmo, e a pior parte foi ter que ouvir os comentários chatos no trabalho, na faculdade, na família. Mas ver meus cachinhos e poder cuidar do meu cabelo natural era ótimo e eu aprendi a ignorar esses comentários chatos. Os meses foram passando e ele foi crescendo, e semana que vem faço um ano de big chop! Meu cabelo ainda está curto, mas nunca esteve tão saudável e eu nunca me senti tão livre! Marquei outro corte para arrumar o formato e pela primeira vez na vida posso pensar em colorir sem medo de um corte químico. Estou muito feliz e quero te agradecer do fundo do coração, pois você exerceu um papel super importante nesse processo.

    1. Me emocionei tanto ao ver seu comentário, que você nem imagina. Eu queria falar um pouco sobre isso de ouvir os comentários chatos. A gente nunca vai estar imune a isso, é como quando você ama uma roupa que ninguém gosta e a pessoa fala para você que você está esquisita, mas na verdade você está amando a roupa que esta usando. A gente tme que ser do jeito que a gente é, porque só temos essa chance de ser feliz de ser quem somos, eu quero muito ver como está seus cachinhos lindos, então me manda um direct no face,

  35. PRECISO fazer esse big chop? Eu SEI que não fico boa com esse penteado, vai ficar estranho, estou com medo, mas estou num período escolar e fica mais difícil cuidar do meu cabelo cacheado só na raiz ;( ;( Me ajudaa!!!

    1. Se você não quiser fazer o Big Chop, você pode deixando o cabelo crescer, até chegar em um comprimento em que te agrade…Por exemplo, eu demorei 11 meses para fazer o meu BC e isso fez com que meu cabelo estivesse em um tamanho ok. Mas conheço muitas meninas, que passaram pela transição capilar e não fizeram o big chop, foram cortando os cabelos aos poucos até chegar em um comprimento maior. A questão é que demora mais. Porque o cabelo muda muito depois da transição capilar. Eu dei algumas dicas para cuidar de cabelo durante a transição capilar aqui : http://leuxclair.com.br/como-cuidar-do-cabelo-durante-transicao-capilar/

      e aqui dei dicas de penteados durante a transição : http://leuxclair.com.br/5-coisas-que-aprendi-durante-a-transicao-capilar/

      uma coisa é certa, se você amar seu cabelo, cuidar dele e desejar você vai conseguir passar por essa fase. ♥

  36. Olá! Simplesmente amei tudo que você escreveu, me vi em você!
    Também estou há 6 meses em transição, escovo meus cabelo sempre que lavo, é horrível esta escravidão!
    Não vou conseguir esperar tanto tempo para o big chop, mas pode ter certeza de que que você me fez refletir muito, obrigada por expor sua angustias, medos e alegrias, foi o melhor post que eu li!
    Parabéns!!!

  37. Simplesmente lindo o seu cabelo ! Minha frase sempre foi “adoro cabelos cacheados , mais nos outros , não em mim “. E vejo que a partir de hoje (13/04/2017) , vou precisar me olhar no espelho e dizer essa frase direitamente a mim. Como se eu fosse a pessoa do cabelo cacheado. Li o seu post e me identifiquei MUITO! Principalmente na parte em que diz “quantas vezes deixei de sair porque estava chovendo, ou deixei de entrar na piscina, pois o trabalho de escovar e fazer chapinha seria intenso…” rs
    Hoje estou me sentindo tão sem animo por ter que começar a tal famosa transição capilar 🙁 depois de anos e mais anos me dedicando ao cabelo liso e sendo escrava dos processos químicos. Não sei por onde começar, não sei se devo cortar o meu cabelo curtíssimo para começar do “zero” nessa nova fase; enfim, eu estou perdida! Estou decidida a dar iniciativa em tudo isso , pois não estou cansada de escovar o cabelo e passar chapinha, deixar de ir na academia para não soar e o trabalho ser todo perdido rs são coisas que vai fazendo nos esgotar! E outro motivo é a minha dermatologista ter falado para mim que se eu quiser cabelo saudável por mais tempo, que eu trate de cuidar dele agora!!!! Isso foi o que me deixou sem chão! Disse para abandonar tudo , TUDO! Escova progressiva, chapinha, secador! Foi um balde de água gelada!
    Mais dentre tantas coisas chatas, a boa notícia foi eu ter encontrado esse site e ter lido a sua história!
    Nessa nova jornada quero também ser forte o bastante como você foi!!! Para amanhã eu poder falar em voz alta “valeu a pena!.”
    Por favor, me responda! Me manda e-mail. Preciso de conselhos e principalmente algo para levantar a alto estima! Que queira ou não , ela acaba ficando baixa.
    Obrigada !!

  38. Corrigindo : Estou decidida a dar iniciativa em tudo isso , pois estou cansada* de escovar o cabelo e passar chapinha, deixar de ir na academia para não soar e o trabalho ser todo perdido rs são coisas que vai fazendo nos esgotar!

  39. Oi Clara, tudo bem?

    Eu estou a 10 meses em transição ejá não to suportando as 2 texturas, quero muito cortar mais fico com medo de ficar feio, de me sentir estranha são tantos medos, mais me sinto muito bem quando corto. Meu próximo corte quero deixar assim do tamanho do seu, ja cheguei ate aqui e n vou desistir.

  40. Fazia um tempo que procurava coragem para deixar meu cabelo natural, em dezembro de 2016 fiz meu último alisamento e decidi que iria voltar aos cachos, pois já não lembrava como eram. Esta sendo muito difícil pra mim, pois adoro meu cabelo e me vem muitas dúvidas na cabeça, se é isso que quero mesmo, não me sinto feliz e muito menos bonita, as vezes tipo agora eu choro porque não lembro a última vez que me senti bonita com meu cabelo desde que inicie o processo. Não sei se vou aguentar até o fim, pelo menos suas história me deu forças de tentar mais um pouco. Me sinto reconfortado quando vejo que outras pessoas já passaram ou estão passando pelo processo de transição, me faz pensar se elas estão bem com tudo ou não. Bjs, obg por compartilhar sua história

    1. A transição capilar é um momento de muita fragilidade e que nossa auto-estima pode ficar um pouco mais baixa. O que eu sempre falo para todas as meninas é que também é um momento de muita cura e libertação, pois vamos nos desprendendo cada vez mais de um ideal e nos tornando cada vez mais nós mesmas. Minha experiência na transição foi muito particular, porque eu sinto que ela me fortaleceu. Eu não passei por ela, com um sentimento negativo. Pelo contrário, eu estava tão animada para ter meu cabelo cacheado de volta, que sentia-me cada vez mais forte. O que eu posso te dizer, é : esse sentimento vai passar, é só por um momento. Quando você ver seus cachinhos, vai ser um momento lindo (tenho certeza), pra mim foi muito libertador. ♥

  41. Nossa, me identifiquei muito com você e com os relatos dos comentários. Tenho 15 anos e uso química no cabelo desde mais ou menos os 7 anos, eu não lembro mais dos meus cachos e isso é muito triste. A última vez que passei química no cabelo foi no final de dezembro do ano passado(2016) e quando a química foi saindo a raiz foi crescendo e foram aparecendo algumas ondas no cabelo eu senti falta dos cachos e comecei a refletir sobre o quanto é ruim depender de chapinha, o quanto é ruim passar horas do seu dia em um salão com produtos que não tem um cheiro agradável no cabelo e depois ver o couro cabeludo fraco, descamando e depois ter que ta mantendo aquilo com chapinha/escovinha. E foi aí que eu decidi deixar meu cabelo voltar ao normal, ser natural. E poxa, não ta sendo fácil. Estou no 7° mês de transição e cada vez que vejo um cachinho fico tão feliz, mas aí vem umas pessoas pra me desanimarem falando que meu cabelo é ruim, é uma buxa por a raiz dele está cacheando e as pontas ainda estarem lisa, a aparência dele não está bonita, eu sei, mas é tão ruim ser “zoada” por isso, mesmo que seja sem intenção. Eu não tenho o apoio da minha família, minha mãe diz que meu cabelo ta horrível, manda eu ir pro salão ajeitar, meu irmão tira várias brincadeiras comigo, minha tia diz que ta feio, e cada palavra que eles falam me partem por dentro, mas eu tento ser forte e dps quando estou sozinha desabo. Tento usar chapinha uma vez por semana, mas ainda fica meio “rebelde”, estou andando mt com ele amarrado, ainda não estou preparada para o big chop, quero deixar ele crescer mais um pouco pra cortar e enquanto isso quero refletir mais sobre mim, quero descobrir mais sobre mim. Assisto vídeos de pessoas que estão e que já passaram pela transição, procuro dicas, e assim eu vou seguindo. Meu cabelo demora muito pra crescer, tenho que ter muita paciência. Encontrei seu blog por acaso, estava procurando fotos de mulheres que estão passando pela transição e encontrei a sua foto e me identifiquei pakas só pela foto e depois que li o post foi que me vi na sua história mesmo. Eu estava precisando desabafar, pois não tenho com quem conversar sobre isso. Obrigada pelo post e desculpa pelo textão. Você é linda! ?

    1. Toda vez que alguém disse que seu cabelo é ruim, você responde dizendo que ruim é o preconceito deles. E que você está se sentindo linda e que esta passando por uma fase e que quando ela acabar seu cabelo ficará ainda mais lindo. Que essa é a sua essência e a pessoa está te julgando pela aparência ruim é ela. Simplesmente não ligue para esses comentários, algumas pessoas são maldosas mesmo. Você é linda de qualquer jeito e não tem nada mais lindo que aceitar quem você é e se amar por completo, e quando precisar de recursos para falar algo, venha aqui que eu te darei força ♥ você consegue. É uma fase e ela passa, e quando ver seus cachinhos você ficará ainda mais feliz.

  42. Que lindaaa! Olha, meu cabelo é ondulado, sempre fiz procedimentos químicos nele só que agora meio que bateu um cansaço. Estou com mais ou menos 5cm de raiz mas não tem como não fazer chapinha. Faço chapinha 3 vezes na semana, tô querendo parar de alisar mas não sei nem por onde começar e o que devo começar a usar. Parabéns pro sua persistência e força de vontade 🙂

  43. Nossa, me identifiquei muito com você e com os relatos dos comentários.este mês resolver fazer a transição estava enrolando pois vou ser madrinha ano que vem mas quer saber tem lindos penteado para cabelos curto. você me motivou mais ainda amei sua historia ..

  44. Estou fazendo o mesmo que você fez e pelos mesmos motivos! Meu cabelo está passando pot essa transição e ler o seu post meu deu forças para não desistir do que estou fazendo. Muito obg <3

  45. Foi tão bom, tão bom ver esse quadradinho na lateral do teu blog pela primeira vez, eu vinha aqui e nem lia direito, nem prestava atenção e tudo que eu precisava ler estava bem aqui.
    Como tô feliz depois de ler seu depoimento você não faz ideia!!
    Eu não lembro mais como é meu cabelo natural de décadas fazendo alisamento. Na verdade, eu nunca fiz por opção, quando eu tinha 13 umas tias resolveram ver como meu cabelo ficava e fizeram um alisamento que caiu o meu cabelo, desde então ele nunca mais foi o mesmo, eu lembro que ele era ondulado, e pra ser sincera, eu nem sei se ela ficaria com cachos ou só armado.
    Eu estou há quatro meses sem alisar e vi umas ondulações mais precisas e fiquei tão feliz, que o coração chega encheu de ar hahahah mas não sei se ele vai ficar mais ondulado, isso tá me deixando um pouco receosa. Acho que ele não tem muita definição. Enfim, não sei.
    Enquanto isso, vou passando chapinha, porque meu cabelo é muito cheio, muito cheio mesmo, cabelo pra três cabeças. Ele é grosso também, então a chapa pega fácil e se mantém.
    Mas, não vou desistir. Passo chapinha porque ele é muito, e bem pesado pra ficar no rabo de cavalo. E no meu trabalho as pessoas iriam ficar reclamando de parecer desarrumado, ou desajustado fora da estética deles.
    Bom, mas vou permanecer no foco, esse é meu desafio pra esse ano.
    Tô confiante, apesar de oscilar às vezes rsrs

    xero

    1. QUE DEPOIMENTO MAIS INCRÍVEL. ♥ Acredito que a maioria das mulheres da nossa geração e de algumas passadas tenham passado por isso de não se lembrarem muito de como era o cabelo antes, mas aos poucos vamos nos reconectando com quem somos e tentando buscar nossa essência. Acho que se você tem vontade de deixar seu cabelo sem química para ver como ele ficaria, vale muito a pena tentar. HEHEHEHE E eu super entendo essas recomendações de trabalh, porque passei por isso. Eu também tenho muuuuuuuuuuuuuuuito cabeloe meu cabelo é super pesado, mas quando decidi passar pela transição queria passar sem nenhum tipo desse artifício, heheh porque preguiça. era justamente disso que eu estava fugindo. Mas fico feliz que você tenha gostado desse post, espero ter te ajudado um pouquinho ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.