O melhor da blogosfera é conhecer vocês

Começo esse post com a foto mais amorzinho que existe na face da terra : o dia em que eu encontrei a Ka, a Maki, a , a jaque & a Sté (que não está nessa foto mas que estava nesse dia) para dizer o óbvio : O melhor de ter um blog é poder conhecer vocês na vida real. 

Eu sei que parece idiota dizer uma coisa dessas, mas não é não, sabe!? Às vezes parece que estamos muito distante do mundo quando escrevemos um post no blog, afinal, geralmente está só eu e meu notebook (já um tanto capenga e indo entre trancos e barrancos) aqui no meu quarto. E só. Parece solitário escrevendo dessa forma e pode ser que em alguns momentos a gente se sinta mesmo meio solitária nesse universo de blogosfera/internet. Principalmente porque não tem o contato físico, o olho no olho, o sorriso, as expressões faciais. Pode parecer que estamos escrevendo para ninguém e que ninguém vai ler do outro lado (do lado daí, enquanto você está lendo essas palavras), mas a verdade é que sim, existem pessoas lendo e de repente essas pessoas vão virar suas amigas e vão ser partes muito, muito, muito importante na sua vida.

Eu me considero uma pessoa internáutica. Tive computador antes de todas as minhas outras amigas, muito embora tenha sido com muito sacrifício dos meus pais. Acredito que por conta disso eu sempre gostei de estar inserida nesse universo online, desde a época da internet discada *sim, consigo ouvir o som que fazia enquanto eu digito isso*. Não é atoa que eu tenha passado por tantas fases aqui. Dolls, bate-papo da uol, blog da uol, milhares de blogs no blogspot, flogão (meu deus! que fase risus!), fotolog, MSN (♥), my space e a mais intensa de todas o universo do fake na época do orkut (sdds).

Aliás, foi no mundo do fake que eu conheci uma das minhas amigas mais próximas de hoje em dia a Dai ♥ . A Daiany é a prova de que a amizade de internet é um fato concreto mesmo que exista uma distância. Eu e a Dai nos conhecemos muito novas no fake e mantivemos nossa amizade até hoje, acho que isso já faz uns 8 anos ou mais! Acompanhamos as muitas mudanças uma da outra e hoje em dia temos uma linha de suporte e uma amizade sem aquelas cobranças de ter que ficar se falando todos os dias. Mas nós duas sabemos que se uma estiver precisando da outra, vamos recorrer ao wpp para mandar áudios desabafando. E, quem diria que uma relação que começou através de personagens que criamos no fake seria uma amizade tão bonita e que a Dai até dormiria na minha casa e conheceria meus gatos ?! Quando começamos a nos conhecer, nunca imaginaríamos que isso aconteceria.

O que me leva ao segundo pensamento, eu sempre tive uma facilidade de conhecer pessoas pela internet. Criei laços afetivos aqui desde a época do orkut e que carrego comigo com muito carinho. Mas eu realmente nunca pensei que o Leuxclair ia trazer pessoas tão incríveis para a minha vida. Fico até emocionada de pensar nisso, mas é verdade. Um comentário aqui, outro ali. Uma resposta a um post ali e outra aqui e de repente bammm!! nos conhecemos pessoalmente. Parece que tudo começa do acaso, mas eu não consigo acreditar nisso. Não acho que seja por acaso que hoje eu tenha tanta admiração, respeito e carinho por todas as pessoas que eu já pude conhecer e que foi o Blog e unicamente o blog que me proporcionou. E que algumas tenham virado amigas do peito e até confidentes (beijo ká ♥).

Ter um blog e ler blogs & assistir vídeos no youtube, me moldou como pessoa. Foi através de blogs que eu aprendi muito sobre mim mesma. E ter um blog me desafiou a ter conexões mais verdadeiras com as outras pessoas. Muitas vezes quando essas pessoas estão afastadas dos seus blogs me deixam com saudades (volta Ká!) e não consigo imaginar como seria uma Ana Clara sem um blog, hoje em dia. Mesmo que eu ainda esteja em muitos processos de entender como funciona todo esse universo e que ainda tenha muito para aprender com todas essas pessoas.

Compreendo que eu seria uma pessoa completamente diferente se não tivesse me conectado de maneira tão profunda a muitos blogs, mesmo aqueles em que as pessoas, parecem inalcançáveis alô Carla Lemos, do ModicesKarol PinheiroVic Ceridono. Ou quando acontece aqueles momentos surreais de quando tu admira pra caramba uma pessoa da internet e de repente essa pessoa te segue ou curte uma foto sua. Foi assim que eu me senti quando a Aimee Song curtiu uma foto minha por eu ter feito um comentário bem fofinho em seu instagram, tive um ataque dentro de casa, o mesmo aconteceu quando a Bruna vieira me seguiu no instagram e muitas outras pessoas que admiro pra caramba que nunca pensei que fossem me seguir no instagram e seguiram.

É bem louco quando isso acontece na realidade, porque eu sei que de repente eu posso ser assim em uma pequena escala para alguém, porque eu sei de verdade que quando recebo uma DM de uma menina contando que EU, euzinha fui a inspiração dela para passar pela transição capilar é que eu compreendo a magnitude de tudo isso aqui que estou inserida. É que eu compreendo o poder de passar uma mensagem bacana e de criar laços sinceros com as pessoas. São esses momentos todos que eu citei aí em cima que entendo a grandeza que o blog me oferece e como é importante para mim deixar uma mensagem positiva para as pessoas.

Palavras têm poder. O que escrevemos aqui, pode ser muito importante para uma pessoa em algum lugar do mundo. As palavras fazem com que a gente aprenda, se conecte, compartilhe conhecimento, viva novas experiências, nos transporta para outro mundo, aviva nossa imaginação, potencializa nossa criatividade. Esses pequenos textos que escrevemos em nossas páginas pessoais, que viram um vínculo profundo de ideias, que se complementam, ou não e está tudo bem. O importante é saber que não, de maneira alguma, ter um blog é algo solitário. É algo que fica perdido no além e que ninguém vai ler. Isso é uma baita de uma mentira. Eu sei, porque eu leio e amo ler e amo conhecer vocês.

A melhor parte de estar na internet e ter um blog é desvirtualizar vocês. É entender que o que começa no online transforma no offline. Então pode acreditar quando eu digo : não, você não está sozinha. Tem alguém aí do outro lado que está lendo cada palavrinha que você coloca no seu blog e que isso é importante, talvez até mais para a pessoa que lê do que para você que escreve e que essas pessoas podem vir a ser uma parte super importante da sua vida. É isso. ♥

Fica aqui a menção a pessoa que me inspirou a fazer esse post no blog dona Raquel Luna que pude conhecer recentemente em sua vinda para o Rio de Janeiro. A Cheel ♥ que pude ver algumas várias vezes e que já estou com saudades, pode voltar pro Rio. Além da Ingrid linda e da Janaina (que infelizmente esquecemos de tirar foto). Espero não ter esquecido ninguém! mas se esqueci, não foi por mal.

Queria acrescentar, que existem muitas pessoas de blogs que eu não conheço pessoalmente (ainda!) mas que sinto que fazem parte da minha rotina e do meu crescimento pessoal tanto quanto e que espero um dia poder conhecer. É isso, vou encerrar esse post gigantesco aqui.

com amor,
Clara Rocha.

13 comentários sobre “O melhor da blogosfera é conhecer vocês”

  1. sou a primeira defensora ferrenha da internet cada vez que alguém vem reclamar que “nada presta”, que “não sabe pq as pessoas ficam nas redes sociais” etc: esse contato, esse carinho genuíno, essas amizades que a gente constrói… é isso que vale a pena ♥

    1. Acho que minhas grandes melhores amigas e experiências vividas foram através da internet. ♥ Não existe nada melhor que nos conecte mais com as pessoas.

  2. Que post mais lindo, Clara.. de certa forma me senti super abraçada e fui concordando muito com tuas palavras. Eu nuuuuuuuuuunca pensei que ter um blog me faria conhecer tantas pessoas incríveis, aprender com elas, me inspirar, conhecer mais de mim e do mundo. E isso é tão especial, sabe? Não me imagino não tenho um blog!
    E espero um dia poder te desvirtualizar tb. Beijo grande :*

  3. AAAAA QUE COISA MAIS LINDA!!!! *-* Esse post ficou muito amorzinho, Clara. Fiquei bem feliz em ver essas fotos e em como tudo aqui escrito se complementou. :’) Quando eu estava começando o meu blog, eu sentia essa sensação que estava só, que não tinha ninguém lendo, mas a Lary sempre estava por lá, me dando apoio direta ou indiretamente, devo muito a ela inclusive, acho que foi a partir dela que encontrei outros blogs e que eles me encontraram também, essa troca é importante e bonita. <3 E sobre desvirtualizar, é totalmente verdade, até agora só fiz isso uma vez com uma amiga que conheci pelo tumblr e anos depois veio me visitar em Maceió. É incrível a sensação de você estar com alguém que vive conversando através das mídias sociais, é mágico demais, haha.

    Enfim, adorei o post, as fotografias, os sentimentos aqui expostos, tudo mesmo. Espero que um dia cê venha pra cá, daí eu pego uma carona nos encontros que você terá com a Lary, hahahaha. :'D <3

    1. HEHEHEHE, super quero me encontrar com vocês e ir ai no nordeste, esse lugar que eu amo tanto e que eu tenho um carinho incrível.
      Fiquei muito feliz de ler o que você escreveu aqui e saber que você tem também a oportunidade de se conectar com pessoas que são importantes pra você na vida real.

  4. Que post mais amorzinho! Clarinha, você tem total razão em cada palavra desse post! Tenho amizades virtuais que duram quase 15 anos! Nós nunca nos vimos pessoalmente, mas estamos sempre conversando (antes pelo msn e agora pelo whatsapp <3) e sei que um dia ainda vamos nos ver. Em relação ao blog, ele trouxe várias pessoas significativas para a minha vida (você está nessa, é claro! ♥) e que sonho em um dia poder conhecer pessoalmente! Já imagino as conversas sem parar e com mil assuntos diferentes, ah que incrível que vai ser!
    As fotos do post estão muito amor!

    Um beijo <3

    1. Vamos fazer esse encontro se tornar realidade Dani, acho que vai ser incrível e que teremos muito assunto e vamos morrer de rir juntas e nos divertir pra caramba juntas ♥
      Amizade virtual é uma coisa muito especial né, nem parece que é virtual. A pessoa parece estar mais presente na nossa vida do que qualquer outra pessoa. ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.