05 & 06. m a i o e j u n h o : o que rolou nesses dois meses ?

Dois meses se passaram desde minha última publicação de resumo mensal, tentei me manter o mais positiva possível para que o meu retorno ao blog fosse rápido, evidentemente, não foi. O lado bom é que tive tempo para ressignificar tantas coisas, que esse tempo que me foi dado – embora, tenha-me sido imposto, acabou se tornando um presente do universo.

O principal motivo pelo qual estive longe do blog é porque tive uns problemas técnicos com o servidor do blog. Às vezes, parecia que estávamos em uma guerra fria e que euzinha, no caso fosse acabar explodindo, porque do lado de lá, não havia nenhum tipo de colaboração. Depois de dois meses nesse lenga-lenga, meu querido amigo conseguiu me ajudar a recuperar meu blog e vida que segue, não vale à pena ficar remoendo essa história.

Durante esses dois meses, em alguns momentos eu senti que perderia o blog pra sempre. Isso me causou um mixe de feelings, a princípio eu chorei e fiquei triste. Depois do primeiro mês, pensei que se fosse para começar do zero eu começaria, que não seria um problema desses que me desanimaria de ter um blog. Tentei levar isso com um olhar mais positivo, embora sentisse uma pequena dor se perdesse todo o conteúdo do blog, as mensagens que recebi no post da transição capilar, ou os comentários lindos que recebi quando abri meu coração falando sobre sobre minha relação com minha pele acneica, entre milhões de outros posts, que tenho um enorme carinho por ter escrito, mas muito mais que isso é a troca que tive com vocês. Os comentários e aprendizados que tive com vocês é o que mais me pesou. Mas, se ainda sim, depois de tentar tudo que fosse possível, eu não conseguisse recuperar o blog, começaria do zero. Faria tudo de novo, caso fosse necessário. Só pelo amor que sinto de blogar.

Durante esse tempo, aconteceu algo meio parecido com uma criadora de conteúdo que eu amo e que teve sua conta no instagram excluída por acidente. A Natany Toffolo (ou @nahtoff no instagram) sem querer acabou excluindo sua antiga conta no instagram e até fez um vídeo falando sobre o assunto e recomeços. Quando nos vemos nessa situação temos que buscar uma forma de encará-la, uma forma que nos permita crescer, ir alem. Buscar um novo significado para recomeçar e fazê-lo com um propósito.

Fica aí a pergunta : Se você tivesse que recomeçar o blog, ou instagram, ou qualquer tipo de outra coisa nesse estilo, como você reagiria ? Você permaneceria igual? Mudaria algo ? O que mudaria ? Comenta aqui embaixo, faça essa auto-análise, sobre como você se sentiria diante de uma situação assim.

Tirando isso, sabe quando você vai entrando em muitos projetos paralelos ao mesmo tempo e no fim esgota sua mente e não consegue dar conta de um terço que havia programado para fazer ? Então, isso também esteve acontecendo por aqui. Entrei em diversos projetos paralelos e estive me desdobrando para conseguir administrar tempo para fazer tudo e ainda ter tempo para mim. Esse tipo de urgência, fez com que eu sentisse que minha mente cansasse como se tivesse corrido a maior maratona do mundo em um sol de cinquenta graus.

Estava literalmente fritando. E aí, que não há corpo que aguente uma dessas né ? Em duas semanas, tive mais crises de sinusite e garganta inflamada do que durante o ano inteiro. Meu corpo pediu arrego, da pior forma possível e foi aí que tive que entender que não valia a pena eu sair entrando em vários projetos se não conseguisse dar conta de tudo, até porque só existe uma clarinha e essa única clarinha precisa de um tempo para ela mesma, também.

Mas, todavia, entretanto (…)

Alguns, desses projetos nasceram, floresceram e saíram das esferas do papel e se tornaram reais! Yeeey! Consegui apesar dos desafios, lançar e fazer parcerias bacanas para que as coisas acontecessem naturalmente. A primeira coisa que quero compartilhar, é que criei um podcast junto de minha prima Ágatha Flora (que já escreve no blog) e de minha amiga Barbara Brac, não vou me aprofundar muito aqui, porque quero fazer um post só para isso. Mas, o que posso adiantar é que é uma coisa leve e descontraída de amigas que bebem garrafa de vinho e que trocam uma ideia. O primeiro episódio já foi gravado e é apenas um episódio piloto e cheio de erros de gravação, mas ainda sim muito especial, daquele estilo fundo de garagem, ou igual aquela gravação daquele funk que tem aquele suposto erro de gravação que ficou famoso, aí, mas que não me recordo qual é.

Como alguns de vocês já sabem eu abri um brechó online no instagram chamado C O N C E I T O F L O R E e aos poucos o brechó vai crescendo (estamos quase chegando a 200 seguidores e estou emocionada!), além de estar fazendo vendas para pessoas que de alguma forma vieram através da divulgação de amigos, ou daqui do blog, ou até mesmo me acompanhavam no meu instagram por causa da transição capilar. A resposta desses clientes têm sido positiva o que me motiva a querer melhorar e continuar esse projeto lindo. Mas o que mais me deixou feliz esse mês foi ter lançado um post em parceria com a Bárbara Brac, que além de astróloga é consultora de sustentabilidade e abriu sua empresa também, a TELLURIA. A Bárbara desenvolveu 5 dias fáceis e práticas para sermos mais sustentáveis no nosso dia a dia. Esse post já virou um dos meus favoritos da vida :

Saca só: 1. DOE E REVENDA O QUE ESTÁ APENAS OCUPANDO ESPAÇO : Seja no guarda-roupa ou na casa, a gente quase sempre tem mais do que de fato usa. Que tal praticar o desapego e permitir que esses objetos – de roupas à mobílias – renovem seu significado ciclo de vida através da venda ou doação a alguém que precise disto ou a uma instituição beneficente? 2. PENSO, LOGO RECICLO : Quando nos damos conta de que ao “jogar no lixo” os nossos objetos e resíduos não se desintegram e somem, mas sim continuam seu processo de decomposição (ainda que longe de nossas vistas), tudo muda. Já parou para pensar em quanto lixo produz por dia e pra onde vai tudo isso? Se isso te assustou, calma. A reciclagem é justamente uma resposta eficaz a permitir a ressignificação do nosso lixo. Abrace a coleta seletiva e descubra o ponto de reciclagem mais perto de você. 3. MENOS SACOLAS, MAIS ECOBAG : Foi no mercado? Na feira? Na farmácia? Uma das dica mais fáceis é essa: substitua as sacolas por ecobags (ou carrinhos de feira para compras maiores!). Carregar uma ecobag com você te ajudará a colocar isso aos poucos em prática e você vai começar a perceber o quão dispensável as sacolas de plástico são na maioria das vezes. E por falar em plástico… 4. PRECISAMOS FALAR SOBRE O PLÁSTICO: Se você pesquisar no Google, vai se dar conta de que o desenfreado consumo de plástico e descarte irregular hoje ameaça não só a nossa saúde, como a de várias espécies (principalmente as marinhas) e a própria Terra. Comece a se dar conta do quão presente o plástico está na sua vida e que muitas vezes ele é completamente dispensável ou substituível – vide os canudos. 5. MENOS É MAIS : Em que momento a quantidade se sobrepôs à qualidade no nosso ato de consumir? Quanto dinheiro (e tempo de trabalho e vida pra gerar esse dinheiro) empregamos em consumir com quantidade e às cegas ao invés de fazer do nosso consumo o ato de financiar aquilo que aacreditamos? Se permita mudar a forma de consumir. Busque entender da onde vem aquele produto e de que forma foi produzido. o Compre e fortaleça marcada próximas a você e cuja filosofia se alinha à criação de um mundo com mais justo e sustentável. — 🌿 por @telluriar ✨

Uma publicação compartilhada por F L O R E | Brechó Minimalista (@conceitoflore) em


O post já está ficando gigantesco, então vou tentar resumir as coisas que mais gostei nesses últimos tempos, como um resumão rapidão mesmo, estilo ao que a Maki do desancorando faz nos Resumaki do blog dela (passa lá para conhecer esse blog maravigold) ♥

Música que não saiu do repeat : Esse amor bandido que muito amamos ler, ver nos seriados e filmes e ouvir nas músicas. Brincadeiras à parte, não consigo superar essa música! Socorrr alguém me salva!

Um filme & livro pois foi o mesmo : Orgulho e Preconceito ♥

Um post dos bróguis das migues : maio vegano : 1 mês sem consumir nada de origem animal

Um dorama : My mister (vai ganhar um post só para ele, ou vídeo, depende aí!)

É, isso! Tenho tanta coisa para comentar com vocês, mas vamos seguir em um ritmo natural de voltar para o blog! Digam se sentiram falta da clarinha ♥ Quem me acompanha no insta, viu que andei até meio sumidinha por lá também, mas vamos mudar isso ok!? (e aí como estamos lidando com a novidade do IGTV ?).

com amor,
Clara Rocha.

4 comentários sobre “05 & 06. m a i o e j u n h o : o que rolou nesses dois meses ?”

  1. Ficar doente é horrível… mas o bom é que depois que a gente melhora, começa a dar mais valor para as pequenas coisas né?

    Nossa, ainda bem que você conseguiu recuperar o blog. Eu estou vendo muitas pessoas recomeçando do zero. Principalmente no instagram. A maioria por causa das novas formas de medição de engajamento e talz. Mas também é uma oportunidade para as pessoas mudarem de estilo, seja de edição ou conteúdo. Eu sempre penso em mudar tudo. Mas eu sou MUITO indecisa e acabo indo com a maré sabe? rs

    Enfim, fico feliz que esteja melhor e voltando com as postagens. Estava com saudades de você por aqui e das suas fotos maravilhosas! ♥

  2. Menina, ano passado nessa mesma época do ano fiquei quase 2 meses brigando com hospedagem do blog também e muitas vezes chorei pensando que ia perder tudo e ter que começar do zero – desistir nunca nem passou pela minha cabeça, mas o desanimo foi grande haahahah
    Adorei o post e a reflexão inicial! As fotos como sempre tão incríveis também!
    Eu passei um pouco disso de começar muita coisa e me esgotar… A gente se empolga as vezes, né?
    Beijos, senti sua falta por aqui – apesar de ter dado uma sumida por garganta inflamada e sinusite também! hahahah

  3. Que bom que tá melhor e o blog voltou, Clarinha ♥ Apesar de amar como o seu blog é, eu sei que muitas vezes precisamos desse recomeço. O Outro blog veio de muitas outras coisas que deixei pra trás e não me arrependo. E às vezes quero deixá-lo também, hahaha. Mas dou um tempinho pra gente e penso se é um impulso de momento ou algo realmente melhor pra mim. O Conceito Flore está incrível, muito feliz por você!

  4. o nosso corpo sabe das coisas né? a gente com essa mania de abraçar o mundo e esquecendo que também precisamos desacelerar de vez em quando. ai, quando a gente não se dá conta, o corpo vai lá e arrega bonito HAHA e caramba, eu nem sei como seria se perdesse todo meu conteúdo. tipo, começaria do zero também, tenhos backup das fotos e tudo mais. só que o foda é bem o que tu falou, a troca. perder os comentários, o carinho de quem acompanha a gente. isso é foda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.